Iluminação natural e facilidades de acesso fazem da unidade um exemplo.

Hospital Naval de Bremerton, em Washington (EUA). Edíficio destaca-se pelo conceito sustentável

 

Visualização das árvores favorecem a recuperação dos pacientesO Hospital Naval de Bremerton (NHB), em Washington, nos Estados Unidos, é uma referência de hospital universitário em medicina familiar da Marinha. Um dos destaques, além da referência em atendimento, é a arquitetura do prédio. O projeto do hospital universitário  foi criado para que os pacientes, militares, seus conjuges, filhos e, inclusive os profissionais já aposentados, tenham o melhor atendimento. É considerado um modelo de planejamento do futuro. Com ambulatórios anexados a um prédio mais antigo, o novo anexo inovou nos quesitos iluminação, facilidades de acesso, ambiente de trabalho e arborização.

O hospital, inaugurado em 1980, foi ampliado em 2001 com um projeto de US$  24 milhões, que trouxe três novos Corredores largos e um banho de luminosidade natural atendimentos ambulatoriais e três garagens subterrâneas. O principal destaque visual do complexo é um átrio de paredes de vidro, apelidado de "tombadilho superior", um termo usado pela Marinha para a principal área de entrada de um navio ou de um comando, geralmente decorada com bandeiras. No NHB, esse espaço funciona como uma articulação para unir o antigo hospital aos novos espaços e inclui ainda como detalhe escadas de aço e pontes flutuantes no segundo e terceiro pisos. A iluminação natural dá um show a parte se juntando às paisagens do mar e de lindas e imensas árvores.

O novo complexo tem 66 salas, sete quartos para procedimentos e 32 salas médicas, uma farmácia, três grandes áreas de espera e uma nova entrada que une o antigo e o novo prédio. No projeto foi incluido também um espaço agradável Funcionários e pacientes usufruem do amplo e bem aproveitado espaço para trabalhar, com paredes em tons claros, corredores largos e muitos quadros nas paredes, sem  esquecer da sustentabilidade. Em 2005, foi aberta uma nova unidade de recuperação pós-parto.

Para o tenente do NHB Medicina Familiar, Brian Smoley, o mais importante no projeto foi a colocação de janelas que permitem a entrada da luz do sol e da claridade para os pacientes. "O hospital está excelente. Acrescentaria apenas mais duas escadas para ligar os escritórios a outros pisos, do lado oeste do hall do edifício", disse.

Na opinião da sargento-chefe de Medicina da Família, membro do Hospital Corpsman e mãe de uma das crianças que recebem cuidados médicos no NHB, Dora Herman, as janelas são realmente um destaque no edifício, de onde Salas confortáveis e de fácil acesso se vê uma bela paisagem de qualquer localidade. Para ela, um dos problemas do projeto, que já está sendo revisto, é o tamanho das salas de tratamento. "Algumas salas de tratamento são muito pequenas. Mas, alguns banheiros têm sido convertidos em salas devido à falta de uso e a necessidade de espaço de armazenamento", disse.

Dora salientou que o projeto facilitou e melhorou muito a vida dos pacientes. "As pessaos têm acesso fácil e consegue visualizar o hospital como um todo. Os banheiros estão localizados em áreas bem acessíveis, assim como as escadas e elevadores. A paisagem completa e alegra o ambiente".

Atualmente, o NHB oferece primeiros socorros, cuidados de emergência e obstétrico, e uma ampla gama de especialidades médicas e cirúrgicas, entre eles a fisioterapia. O hospital que fica entre a Base Naval de Kitsap de Bremerton e de Bangor deu origem a três outras clínicas em Puget Sound Naval Shipyard, NBK Bangor e Naval Station Everett. Localizado próximo de Seattle, o hospital atende 60 mil famílias militares em Washington e Oregon.

blog comments powered by Disqus

Newsletter

Selecione sua área de interesse:

Núcleo de Pesquisa e Estudos Hospital Arquitetura

Tel.: 11 5584-5277
nupeha@hospitalarquitetura.com.br